Quem somos | Materiais Educativos | Fale com nosso consultor
Post

5 dicas para diminuir a inadimplência no seu negócio

Uma das coisas que mais tiram o sono de muitos empreendedores é a inadimplência. Muitas empresas, principalmente as prestadoras de serviços, passam por este problema e isso pode inviabilizar a continuidade do negócio.

Todos os empresários que sofrem com este problema, sempre buscam alternativas para combater a inadimplência em seus negócios. Contudo, antes é preciso entender os motivos que levam a este problema. O que podemos dizer é que existem fatores internos e externos e por incrível que pareça, grande parte dos problemas com inadimplência são causados por fatores internos.

Fatores externos

Um deles é o próprio momento econômico do país e o auto índice de desemprego que faz com que as pessoas deixem de honrar com seus compromissos.

Fatores internos

Como mencionamos acima, na maioria dos casos a inadimplência está diretamente ligada a fatores internos das empresas. Uma análise de crédito não criteriosa, a falta de informações coletadas no momento do cadastro do cliente, setores ineficientes de cobrança ou até mesmo a falta deste. A prevenção é uma das melhores formas de impactar na diminuição deste problema no seu negócio.

Vamos te mostrar algumas dicas para amenizar este problema.

1. Processos claros de cobrança

Quando não se tem um processo claro de cobrança, é possível que seu cliente esqueça de pagar a dívida ou só pagam as empresas de cobrança terceirizada que pode oferecer descontos para a quitação do débito.

  1. Facilite o pagamento Não adianta ter um efetivo processo de cobrança se você não facilitar o pagamento para seu cliente.

Além de ter os seus processos de cobrança, como falamos no item anterior, é bom que você tenha também um portal do cliente. Neste portal, o seu cliente poderá acessar todo seu histórico de pagamentos, ver os boletos que estão em abertos, os vencidos e os pagos.

Por isso é muito importante que você tenha um processo claro de cobranças.

O que acontece quando seu cliente recebe o seu boleto bancário? Ele é lembrado do vencimento? E depois do vencimento, o que acontece?

Quando você faz uma análise dos seus processos de cobrança, você começa a ver o quanto é necessário fazer um melhor mapeamento dos seus processos, desde o e-mail de envio do boleto, o de cobrança e até mesmo como será após o vencimento.

2. Facilite o pagamento

Não adianta ter um efetivo processo de cobrança se você não facilitar o pagamento para seu cliente.

Além de ter os seus processos de cobrança, como falamos no item anterior, é bom que você tenha também um portal do cliente. Neste portal, o seu cliente poderá acessar todo seu histórico de pagamentos, ver os boletos que estão em abertos, os vencidos e os pagos.

3. Construa um bom relacionamento com seu cliente

O seu cliente é o combustível da sua empresa. Criar e manter um bom relacionamento com ele é algo imprescindível ao seu negócio.

Proporcione a seu cliente uma boa experiência de compra. Quando você faz isso, surge uma possibilidade de um relacionamento de longo prazo.

Se o cliente tem uma boa experiência de compra e ele está engajado com sua empresa, ele tende a se aproximar e consequentemente não vai querer estragar este relacionamento e então dificilmente vai atrasar seus pagamentos.

É importante dizer também que clientes engajados e satisfeitos tendem a indicar sua empresa para outras pessoas e com isso, além de diminuir a inadimplência, ainda ajuda a aumentar seu faturamento.

4. Conte com um sistema de gestão

Ter um bom sistema de gestão é de extrema importância, eles podem agregar funções como cadastro de cliente com informações completas, a emissão do boleto bancário, histórico do cliente, envio de lembretes de vencimento, dentre outras funcionalidades.

Com um sistema de gestão, você passa a ter um melhor controle de suas vendas e cobranças, evitando trabalhos manuais desnecessários.

5. Esteja pronto para fazer acordos

Em muitos casos não é possível receber o valor total de uma dívida em atraso em uma única parcela. Nestas situações é importante que você tenha uma política de realização de acordos e que possa receber o valor devido dentro da negociação que for feita. Mas estas negociações nem sempre são simples. Em alguns casos será necessário você retirar juros, multas e pode ser que seja necessário conceder descontos e tenha muito cuidado quanto a descontos, para que não abra precedentes para que seu cliente sempre efetue o pagamento em atraso esperando por este desconto.

A inadimplência é algo que exige bastante atenção do empreendedor e a melhor forma de diminuir este índice é tomando medidas preventivas.

Se mesmo aplicando todas as medidas preventivas o problema persistir, é necessário ter um bom plano de ação para lidar com todas as dificuldades envolvidas em suas negociações.

É válido reforçar a recomendação do uso de sistemas para otimização e automação dos processos em sua empresa. Organizar os dados e deixar com fácil acesso, possibilitam tomadas de decisões de forma mais rápida e eficaz.

Robelio Junior

Um mineiro graduado em computação, que se apaixonou pelo marketing digital e trabalha na área desde 2012. Torcedor do São Paulo Futebol Clube e chef de cozinha nas horas vagas.

Posts que você pode gostar

Post Boleto Bancário

Entenda porque não existe mais a segunda via do boleto

Post Boleto Bancário

Como economizar com boletos bancários

Post Boleto Bancário

Existem limites de multas e juros para cobrar no boleto bancário?

Post Administração Financeira

Fatores que afetam o Fluxo de Caixa

Deixe seu comentário