Quem somos | Materiais Educativos | Fale com nosso consultor
Post

3 dicas para o gerenciamento de riscos em pagamentos digitais

O sistema financeiro tem evoluído a cada dia em busca de atender a demanda de um mercado cada vez mais exigente no que se refere a praticidade nos pagamentos e recebimento de suas cobranças.

Mas essa praticidade proposta está diretamente ligada ao gerenciamento de riscos de se trabalhar com pagamentos digitais.

Neste artigo vamos te dar algumas dicas de como lidar com este problema, mas antes precisamos entender o que é gerenciamento de riscos. Se você trabalha com pagamentos digitais, recomendo que leia este texto até o fim. Boa leitura.

Gerenciamento de Riscos

Muitos empresários só pensam nos riscos, de uma forma geral, quando ele se apresenta. Normalmente as pessoas são reativas aos problemas e não agem de forma preventiva e isso não é diferente quando falamos sobre o financeiro das empresas.

Quando ouvimos a palavra “gerenciamento”, logo pensamos em planejamento, organização, análise e controle. Gerenciamento de riscos é o processo de planejar, organizar, analisar e controlar os recursos de uma empresa, buscando minimizar futuros problemas que podem vir acontecer.

Para empreendedores que são prestadores de serviços, principalmente, esse risco pode estar diretamente ligado à questão da inadimplência no negócio. Este é um problema que afeta quase que 100% das empresas prestadoras de algum serviço, como escritórios de contabilidade, advocacia ou qualquer outro negócio que tenham um pagamento recorrente, seja mensal, trimestral, semestral ou anual. Mas o problema também pode acontecer com empresários que vendem de forma parcelada, principalmente os que utilizam do carnê de pagamento.

Ter um bom gerenciamento de riscos pode ajudar e muito a sua empresa a lidar com problemas futuros e é bem melhor se prevenir do que ser reativo quando chegar o momento. Diante disso, vou te dar algumas dicas que certamente irão te ajudar a se antecipar aos problemas:

Faça uma análise dos possíveis problemas

Para fazer o gerenciamento de riscos em pagamentos digitais, umas das primeiras medidas a tomar é reunir sua equipe e fazer uma lista dos possíveis problemas que podem acontecer, seja responsabilidade da sua empresa ou do seu cliente.

Segurança do sistema, inadimplência, fraudes, são alguns dos riscos que seu negócio corre quando falamos sobre pagamentos digitais e dentre todos eles, o mais comum é o da inadimplência, principalmente para empresas prestadoras de serviço.

Leia também: 5 dicas para diminuir a inadimplência no seu negócio

Quando se trabalha com algum tipo de serviço que envolva pagamentos de mensalidades, honorários contábeis ou advocatícios por exemplo, o risco de se haver um problema de inadimplência é grande e para que isso seja minimizado, é preciso se antecipar quanto à prevenção, não somente deste, mas todos os problemas que podem vir a acontecer no seu negócio.

Essa análise precisa ser feita de forma bem minuciosa, pois dependendo do “tamanho da encrenca”, as consequências podem ser gigantescas e inclusive poderá inviabilizar o seu negócio.

E uma das formas de se trabalhar a inadimplência é utilizando o boleto recorrente do Padmoney. Com ele você emite suas cobranças de uma única vez e seu cliente receberá o boleto em seu e-mail alguns dias antes do vencimento, evitando assim que você se esqueça de enviar ou ele esqueça de fazer o pagamento. Além disso, te poupa trabalho, pois com essa programação dos envios feito, nós fazemos todo o resto para você.

Busque saber qual é a causa

Após realizar a análise de todos os riscos, o próximo passo é saber qual a causa do problema.

Mas como descobrir a causa? Você precisará se fazer perguntas do porquê tal acontecimento pode ocorrer na sua empresa. Por exemplo: no Brasil, o boleto bancário é uma das principais formas de pagamento e uma das mais seguras presentes no mercado, contudo ele tem atraído mais atenção dos fraudadores.

Leia também: Como se prevenir contra a fraude do boleto bancário

É preciso entender o porquê essa atenção tem sido atraída e como evitar que fraudes aconteçam no seu negócio onde trarão transtornos para você e principalmente ao seu cliente.

Apresente uma solução

Há um ditado popular que diz que “é melhor prevenir do que remediar”.

Ter um bom gerenciamento de riscos, é primordial que você e sua equipe prevejam o problema, entenda o que pode causá-lo e já tenha a solução para que ele não ocorra. Seria como você ter um histórico cardíaco em sua família, você saber que a causa destes problemas pode estar diretamente ligada a questões de alimentação e falta de exercícios físicos e então você buscar um estilo de vida diferente com uma solução para este possível problema.

Se antecipe aos riscos e para isso é preciso que você entenda profundamente como seu negócio funciona. Se coloque no lugar do cliente, faça uma autocrítica. Não é porque a empresa é sua e que você tenha um conhecimento macro dela que isso te isentará de problemas.

Não seja negligente com seu negócio, principalmente quando falamos sobre pagamentos digitais. Essa modalidade tende a crescer cada vez mais no mercado financeiro e com ele virão todas as vulnerabilidades que você terá que lidar e precisará estar atento para identificá-las e preparo para fechar todas as brechas possíveis, evitando assim problemas financeiro, contábeis e, em alguns casos, jurídicos.

Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários e nossa equipe estará pronta para respondê-las.

 

Robelio Junior

Um mineiro graduado em computação, que se apaixonou pelo marketing digital e trabalha na área desde 2012. Torcedor do São Paulo Futebol Clube e chef de cozinha nas horas vagas.

Posts que você pode gostar

Post Comunicados

Veja como será o nosso funcionamento no Carnaval

Post Financeiro

3 dicas para o gerenciamento de riscos em pagamentos digitais

Post Financeiro

5 dicas de organização financeira para pequenos empresários

Post Boleto Bancário

Conheça o boleto recorrente

Deixe seu comentário